No dia do médico, profissional cubana fala sobre a profissão

18/10/2017
No município cinco profissionais se revezam na arte de cuidar.
No município cinco profissionais se revezam na arte de cuidar.

Nesta quarta-feira, dia 18 de outubro é comemorado o Dia do Médico. Quem escolheu a profissão o fez por aptidão. Alguns consideram a prática uma verdadeira missão.

“É uma profissão muito nobre que exige esforço, dedicação e vocação, afinal, lida com a vida, por isso os meus parabéns a todos esses profissionais pelo seu dia”, parabeniza o prefeito Fabrício Viana.

No município cinco profissionais se revezam na arte de cuidar: Zé Viana, Frederico Pereira, Albeneci Póvoa, Moisés Sousa da Silva e Yaneisis Rosales Molina.

Assim como outros profissionais, o médico estudou por anos e ainda estuda, frequentemente, em busca de um aperfeiçoamento constante. Esse é o caso da médica cubana Yaneisis Rosales Molina que destaca que deste que chegou a Paranã a mais de 10 meses tem estudado bastante.

“Como médica preciso estar sempre me aperfeiçoando para melhor atender os pacientes. A medicina sempre foi uma área que me interessou, o ajudar os outros sempre me encantou e foi com essa intenção que comecei a faculdade em Cuba”, destaca.

A médica conta ainda uma das situações como profissional que mais a marcou nesses anos de profissão.

“Durante esses nove anos de profissão já passei por diversas situações que me marcaram bastante, mas uma em especial jamais esquecerei. Estava de plantão na sala de pediatria e chegou uma criança de apenas três anos que acidentalmente tinha ingerido querosene, graças a Deus e aos procedimentos médicos adequados tudo se resolveu e ela ficou bem”, recorda.


Monik Helen Gomes de Sousa.

img_alt
img_alt